INDOOR - AGOSTO 2020

#FICAEMCASA

BIA NAVARRO 

COMO FUNCIONA O MERCADO LEGAL NA CALIFÓRNIA

05/08 ÀS 19H NO INSTAGRAM
E 06/08 ÀS 19H NO YOUTUBE

Nessa aula vamos conferir visões e informações sobre o mercado canábico na California e como tudo começou. 

Como a indústria funciona do inicio do processo até o produto final, procedimento legal, licenças , oportunidade de negócios, taxas, leis e outras burocracias.

Tudo que envolve o mercado legal. O que é aceito e praticável e o que não é.

Bia Navarro, mais conhecida como Ganja House Wife, mudou-se para Los Angeles em 2010. Com o passar do tempo seu interesse pela Cannabis cresceu, levando-a para a Califórnia em 2011 com a intenção de trabalhar com a erva.Desde então Bia reune experiência em grupos de produtores locais, fazendas de cultivo, Copas Canábicas, Consultoria em dispensário, Workshops de infusão de Cannabis para alimentação e cursos sobre business em tempos de COVID.

KAUAN BENTHIEN

ESTADO LEGALIZADO: O QUE PODEMOS APRENDER COM O CANADÁ

12/08 ÀS 19H NO INSTAGRAM

E 13/08 ÀS 19H NO YOUTUBE

No Canadá já é possível analisar a indústria canábica para saber o que está dando certo e o que precisa melhorar, levando em conta os dados obtidos pré e pós legalização. 

Com a pandemia demonstrando o quão essencial essa indústria é, vamos procurar o que se pode aprender com  o Canadá pra quando chegar a nossa hora no Brasil.

Kauan Benthien atua na indústria canábica canadense desde 2016 exercendo diversas funções como produção, abertura de lojas, treinamento de funcionários, até a venda de produtos e contato direto com pacientes. Com formação em comunicação, o projeto Guia do Maconheiro das Galáxias surgiu com a ideia de normalizar a Canábis e tornar a educação em relação à planta acessível, além de colaborar com conteúdo para o portal Hempadão desde 2018.

MATUZZA

CUIDADOS NO USO DE SUBSTÂNCIAS PARA CORPAS TRANSVESTISGÊNERES

19/08 ÀS 19H NO INSTAGRAM

E 20/08 ÀS 19H NO YOUTUBE

Na sua aula Matuzza vai nos contar mais sobre os projetos que ela participa e como a orientação sobre o uso de substâncias para pessoas transvestisgêneres é um discurso de afeto. Vamos falar também sobre como a COVID-19 afetou esse acolhimento, a importância do toque, do cuidado, do afeto e estratégias de cuidados com outres. 

Matuzza é Redutora de Danos há 8 anos e seu trabalho é focado em corpos travestis. Fundadora da Casa Chama, um espaço coletivo de cuidados para a população transvestigênere e faz parte do projeto É de Lei, que promove ações estão voltadas para o desenvolvimento da cidadania e para a defesa dos Direitos Humanos de pessoas que usam drogas, sobretudo em contextos de vulnerabilidade.

MONIQUE PRADO
ATIVISMO E REPARAÇÃO HISTÓRICA: REFLEXÕES SOBRE A LEGALIZAÇÃO

26/08 ÀS 19H NO INSTAGRAM

E 27/08 ÀS 19H NO YOUTUBE

Nessa aula serão apresentadas alguns modelos de regulamentação  da maconha e de outras drogas pelo mundo. A proposta é analisar modelos como o de Portugal, que descriminalizou a posse e o uso de drogas, do Uruguai que controla a venda da maconha desde a produção e de alguns estados norte americanos que regulamentaram o uso adulto da maconha, como Illinois e o Colorado. A partir do estudo desses casos discutiremos a demanda de ativistas por  uma regulamentação que esteja associada a uma "reparação histórica" para as pessoas que mais sofreram os impactos da proibição das drogas no Brasil

Monique Prado é formada em segurança pública (SP/UFF) e mestra em sociologia e direito (PPGSD/UFF). Também é assessora parlamentar na área de política de drogas (ALERJ) e como ativista participa do podcast Maconhômetro do Cannabis Monitor.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now